A pontuar desde 2003.

quarta-feira, outubro 01, 2003

Mais clássicos nocturnos,

Quem nunca sonhou que sai à rua descalço e dá pela falta dos sapatos a meio do caminho? Ou com um vestido demasiado curto, cada vez mais curto, que nunca chega para tapar o pânico, quando se repara no tamanho? Quando recebi a resposta ao e-mail de carácter profissional enviado inadvertidamente de uma caixa partilhada, com um remetente improvável, olhei para baixo e deparei-me com os meus pés nus, balançando alegremente debaixo da secretária.

|