A pontuar desde 2003.

quarta-feira, novembro 12, 2003

A loura e a casca de banana.

"Desde sempre que a clandestinidade é mãe de muitas emoções e tentações. Uma nova e enriquecida vida é o objectivo final de quem lhe recorre. Porém, não poucas vezes as desilusões são superiores às boas surpresas. Com o desbravar dos novos caminhos, chega-se com frequência a ruas semelhantes às que já eram conhecidas e olha-se para varandas com camélias que cheiram iguais às outras."

É do João, do Estranho Amor, mas não me importava que fosse meu. É curioso como os erros que cometemos com maior frequência são os repetidos. Ou como conta a historieta da loura que, perante a visão de uma casca de banana no chão, exclama, resignada "Oh, lá vou eu cair outra vez".

|