A pontuar desde 2003.

sábado, dezembro 27, 2003

10 razões para não odiar o Natal.

Até os mais cépticos são forçados a admitir a verdade, quando esta é gritante. Bom, no caso do Natal, quando se fala em gritante, pensa-se automaticamente em enormes famílias aos berros - bate certo, é mesmo isso. Dê por onde der, bacalhau ou perú, no Norte ou no Sul, Natal que se preze tem que ter toda a gente aos berros. Enfim, passemos então às razões que me levam a não odiar o Natal de morte, optando antes por detestá-lo ligeiramente.

1. As reuniões familiares. Sim, mesmo com os berros.
2. Ver o sorriso de satisfação da minha avó por me ver com a camisa entalada nas calças.
3. Ver o sorriso estampado no rosto da minha mãe por ver a minha feliz por me ver com a camisa entalada nas calças.
4. Ter a camisa entalada nas calças - bolas, afinal é só uma vez por ano, também não custa assim tanto.
5. Ter tido a presença inesperada da minha avó no dia de Natal.
6. Os olhos arregalados da minha prima Beatriz a rasgar ferozmente o papel de embrulho, qual leoa a dilacerar um antílope no BBC Vida Selvagem.
7. Abraçar o meu irmão.
8. Os sms's de Boas Festas, sobretudo os mais inusitados e taralhocos.
9. Os telefonemas inesperados.
10. (...)

Afinal, pensando bem, talvez até goste do Natal. Mas não digam a ninguém, que essa merda dá-me má reputação.

|