A pontuar desde 2003.

quinta-feira, dezembro 04, 2003

Obras à porta,

Não há passeio, é uma ponte de metal verde que nos leva a casa. Rente aos edifícios, arrancaram as pedras da calçada – uma a uma. Escavaram a terra que ficou, depois. Os prédios (o número dezoito e os outros pares) parecem aguardar o transplante. Mostram os canos descobertos: raízes que os ligam, a trama subterrânea da cidade.

|