A pontuar desde 2003.

quarta-feira, dezembro 10, 2003

Tempus fugit.

Há um desporto chamado "curling" cujos campeonatos da Europa acompanho fervorosamente na Eurosport. Basicamente, o próprio consiste em fazer deslizar através de uma pista de gelo um objecto vagamente arrendondado. Para que a tarefa seja levada a bom porto, e o próprio alcance um alvo no fim da pista, há um grupo de atletas cuja função é afagar o gelo com umas vassouras, atrasando ou acelerando o inevitável destino do tal objecto. Este desporto é, indubitavelmente, o mais estúpido do mundo.

Muito próximo do vencedor, está o "biatlo", uma prova em que os atletas esquiam, graciosamente, só interrompendo a sua passada gloriosa para dar um ou outro tirinho ocasional. Reflictamos, então, sobre o assunto. Ok, o "curling" foi claramente inventado num país onde é de noite metade do ano e 70% da população é alcoólica e depressiva - enfim, há que matar o tempo. Agora, quem é que se lembra de, no meio de um quase bailado na neve, como o ski, enfiar uma espingarda e balas? Se a origem do desporto começou por ser a caça, não fará mais sentido matar as renas de jipe? Ou deitado? Agora, de pé, com 10 graus negativos, enquanto se esquia e está a nevar como se não houvesse amanhã?

Enfim, gostava de poder continuar a discorrer sobre estes e outros assuntos de interesse nacional, mas o campenato de apedrejamento da Al-Jazira está mesmo a começar e Deus sabe (perdão, Alá) como eu gramo uma bela e saudável competição.

|