A pontuar desde 2003.

segunda-feira, janeiro 26, 2004

Deus não gosta de futebol.

Amanhã faremos a elegia dos mortos nos atentados, nos crimes de faca e alguidar, nas incapacidades da medicina, nos becos e estradas afiadas como lâminas, nas rugas que contam mais histórias que a maioria das enciclopédias.

Hoje todas as elegias vão para Miklos Feher, que tinha 24 anos para trás e uns bons 50 pela frente. Hoje choramos este impressionante adeus. Os outros, amanhã.

|