A pontuar desde 2003.

quarta-feira, março 24, 2004

Eucaristia à portuguesa.

Correndo o risco de passarmos de "Ponto e Vírgula" para "Dois Pontos e Vírgula", adenso-me na discussão gastronómica e partilho com os nossos deleitados leitores um pequeno segredo, que só eu e mais um milhão de comensais conhecemos (toparam a expressão à João Gobern?) - o cozido à portuguesa do Painel de Alcântara.

Todas as quartas-feiras, legiões de fiéis peregrinam a tamanho local de culto para prestar vassalagem ao melhor cozido de Lisboa e arredores. As couves, perfeitas, o arroz de sangue, cozido na água dos enchidos, de comer e chorar por mais, os próprios dos enchidos, uma dádiva dos céus e de bradar aos próprios. Aconselham-se as reservas, os estômagos devidamente forrados por anos de experiência gastronómica e um excelente suco gástrico para ajudar à digestão.

A eucaristia repete-se ao sábado, ao almoço e ao jantar. Amén.

|