A pontuar desde 2003.

segunda-feira, abril 26, 2004

A revolução, a festa e a mudança (duas verdades e meia mentira),

É verdade que desci a avenida com uma flor vermelha na mão. E depois da liberdade, a festa foi a da música. Não posso é contar mais. Estou neste momento a tentar sair de uma caixa de cartão, selada a fita castanha, embrulhada em folhas de jornais, entre dois copos e as colheres de pau.

|