A pontuar desde 2003.

quarta-feira, junho 02, 2004

Demonstração,

Os milagres acontecem
a horas incertas
e nunca estou em casa
quando o carteiro passa

Hoje abriu a primeira flor
e eu disse é um sinal
olho em volta: estou só
trago esta sombra comigo


Um milagre são os quatro primeiros versos da Ana Paula Inácio. (O poema foi sacado à naifa, os retalhos não são da minha responsabilidade.)

|