A pontuar desde 2003.

quarta-feira, agosto 04, 2004

Dante não o faria melhor.

Portugal arde, mais uma vez, como ontem e, seguramente, como amanhã. Mesmo aqui ao lado, em Monchique, o cenário é alarmante, roçando o catastrófico. Na praia, nada de veraneante - as cinzas transportadas pelo vento quente recordam-nos o inferno a um palmo de distância. O céu perdeu há muito o seu azul. E este é o menor dos nossos problemas.

|