A pontuar desde 2003.

segunda-feira, novembro 08, 2004

Bowllyfood.

Sou um fervoroso adepto da gastronomia indiana. Aliás, sempre que posso, vou em romaria ao indiano da Praça da Alegria, um antigo bar de alterne cujas paredes ainda preservam os frescos romanos que davam um colorido temático à casa. Depois da mudança de ramo, os actuais donos optaram por respeitar a obra de arte dos seus antecessores, riposteiros de veludo vermelho incluídos, acrescentando um toque daquilo que nós, ocidentais, consideramos genuinamente indiano - posters de tigres, donzelas em apuros e garbosos cavalheiros impecavelmente barbeados, figuras de sheeva e outras divindades hindus.

Aparentemente, o toque indiano ainda não estava completo. Hoje, entre um chicken tika masala e um cheese nan, espreito pelo canto do ombro e descortino uma (noutras circunstâncias, desagradável) novidade - uma televisão, devidamente ligada a uma série de outros aparelhos electrónicos, 5.1, 16:9, dolby etc, com um fabuloso filme de bowllywood a passar em loop.

Chamuça vegetariana no prato, adónis nas paredes, amigos à mesa e dançarinos dispostos a empunhar uma arma para defender a honra da família no ecrã - qual Bica do Sapato, qual quê. Mais quatro cobras?

|