A pontuar desde 2003.

quinta-feira, novembro 11, 2004

Raros minutos,

Para além dos infortúnios, encanta-me ainda a luz deste verão tardio.

Quando não estou a passar à frente das outras pessoas nas repartições públicas,
a descompor os pobres funcionários da Lisboagás,
a meio de uma consulta médica,
a tentar dormir qualquer coisa,
a resolver o problema da chuva no tecto da casa nova ainda por habitar,
a atender clientes descontentes com a muita fama e o pouco proveito do balcão onde me escondo ao fim do dia,

quando não estou a fazer nada disso, estou sentada num banco de ripas a pensar que somos duas.

|