A pontuar desde 2003.

sábado, julho 17, 2004

Carta aos leitores.
 
Vou juntar-me a milhões de portugueses e dezenas de milhar de ingleses nessa estância balnear por excelência que é o Algarve. Daqui a quinze dias prometo estar de volta, mais alvo do que nunca. Até lá, deliciem-se com a doçura da mãe Vírgula. Um abraço, sempre vosso, Ponto.

|

Sem título.
 
Da morte, o temor maior é pensar em tudo aquilo que deixei por fazer.

|

quarta-feira, julho 14, 2004

Profissões que nunca exerci (1).

Empregado de mesa num restaurante de comida tipicamente portuguesa. E assim poder aprender a insondável linguagem que os une e que tanto me fascina - como é que duas doses de grelhada mista de carnes bem passadas passam a "sai duas mistas beeem" e um leite creme coberto de natas se transforma num "olhó da casa prá mesa 2"? A cereja no topo do bolo, só mesmo o digestivo tradicionalmente luso que aqui ganha curiosa denominação matemática - "Sai uma mil nove e vinte para o Sr. Vasco". Ah, e poder finalmente dizer, com toda a propriedade, que os palitos, só da casa.

|

terça-feira, julho 13, 2004

Matem-me já.

(Ou "Porque é que as estrelas rock se matam cedo".)

Hoje, na fila do Pingo Doce, uma senhora de meia idade atrás de mim colocou em cima da passadeira rolante uma embalagem de fraldas. Pensei eu "que engraçado, com quarenta e muitos e com um filhote pequeno". Ainda embevecido, embalado pelo "pi" dos códigos de barras, aproximo-me do dito e gelo - Tena Lady, especial abas. A questão que se coloca aqui é: barbitúricos ou lâmina de barbear?

|

segunda-feira, julho 12, 2004

I had a dream.

Que trabalhava numa repartição de finanças em Massamá. Mal acordei, fui fazer algo de terrivelmente cosmopolita e preconceituoso que agora não me recordo, como pagar dois euros e meio por uma bica no bar do hotel do Chiado. O sonho persiste mas pelo menos os tremores, esses, parecem querer dar-me descanso.

|

domingo, julho 11, 2004

Separados à nascença.

É impressão minha ou o Marquês de Pombal e o Santana Lopes são a mesma pessoa? Isso explica tanta insistência na história do túnel...

|

sábado, julho 10, 2004

A escala certa,

Outra vez à procura de casa, volto a contar pelos dedos os bairros habitáveis da cidade. Na nova zona oriental, por exemplo, o problema é o meu tamanho: mesmo sem estar grávida, teria sempre a sensação de pisar os canteiros da maquete gigante que ali ficou esquecida desde 98.

|

Cédulas pessoais,

Antes do nome próprio e apelidos das crianças que estão para nascer, preocupo-me agora com a nacionalidade.

|

Manifesto Anti Lopes.

Se o Santana é português, eu quero ser ser espanhol. Morra o Santana, morra, pim!

|

Defesa do consumidor.

Acabei de provar o iogurte do futuro (Fátima Lopes e Luís Represam afiançam que sim) e o próprio soube-me exactamente ao mesmo que o iogurte do passado. É nestas alturas que um gajo perde a fé no capitalismo.

|

quinta-feira, julho 08, 2004

Nota de verão.

Nas manhãs preguiçosas de Julho, há uma música que implora para ser ouvida: "Softly" dos Lamb é uma melodia que me escapa pelos dedos e que não me larga os ouvidos.

|

Previsão do estado do tempo.

Os últimos dias só têm servido para provar a minha teoria - é surpreendente como o frio chega sempre nas alturas mais tempestuosas.

|

quarta-feira, julho 07, 2004

Tv lag,

Agora que todos lamentam o fim de uma série sobre anjos, estou finalmente a meio da primeira série dos Sopranos. DVD, essa grande invenção.

|

segunda-feira, julho 05, 2004

Oferece-se.

País simpático à beira-mar plantado, com o orgulho ligeiramente ferido, mas como novo, com estádios de fazer inveja a grandes potências europeias como a Grécia. Vistas arejadas, actual inquilino prestes a sair e mais ninguém demonstra interesse no imóvel, excepto um conhecido arruaceiro com problemas capilares. Duas assoalhadas e muitos quartos interiores, solarengo e com boas acessibilidades, sobretudo via TGV. Para mais informações, contactar o governo espanhol, perdão, o senhorio através da AR.

|

Linhas cruzadas,

Por favor, confirmem-me que não era para mim o sms que me chegou ontem às 20h14.

ATAO TAS A SOFRER? TOU PARTE CIMA BIKINI VERDE + BAIXO VERM + LENCO A FAZER TOP + BANDEIRA K TAL? BJIS

|

domingo, julho 04, 2004

Vou dizer-te um segredo.

|

Fwd:

De entre todos os elogios que poderia fazer à cobertura jornalística do Euro 2004 (escolho evitar as críticas - azedumes não se coadunam com a euforia exigida pelas circunstâncias), o maior e mais impressionante vai, sem dúvida, para a celeridade e originalidade com que as fotografias dos encontros são veiculadas na manhã seguinte - espante-se: não através dos mass media, mas por mail, esse outro (e porque não determinante) meio de comunicação de massas.

As imagens, essas, são de pura poesia indizível.

|

Almost adults,

Sabemos que crescemos um pouco mais quando os jantares com os colegas da faculdade, outrora bem regados numa tasca no centro da cidade, são substituídos por cozido à portuguesa num almoço de sábado, selado a água das pedras. O passo seguinte, anunciou sabiamente a voz lá do canto, são os piqueniques: toalhas aos quadrados, formigas, risadas de crianças, outros narizes para assoar.

|

sábado, julho 03, 2004

Postais de NY (7).

|